Quem é Teresinha Kunz?

 

Teresinha Kunz nasceu em Boa Vista do Buricá, interior do Rio Grande do Sul. É apaixonada por plantio de quaisquer tipos de plantas, no entanto é amante assídua das orquídeas.

Teresinha começou sua paixão por orquídeas há mais ou menos sete anos. Desde então, vem estudando qual a melhor forma de cuidados que cada orquídea deve receber entre: plantio nos substratos, em árvore, em terra e no carvão, pois estes ingredientes servem de base para quase todos os tipos de orquídeas. O melhor de tudo é que seus ensinamentos são todos com produtos naturais, ou seja, sem agrotóxicos, sem agredir o meio ambiente.

A aproximadamente 15 anos atras, Teresinha se mudou para a cidade de São José do Hortêncio, Rio Grande do Sul, uma cidade do interior com aproximadamente 4 mil habitantes. Pacata, pequena  e encantadora possui somente uma Avenida principal a Mathias Steffens. O clima é subtropical , com verões quentes e invernos frios de acordo com o padrão brasileiro na região sul. É comum a presença de "veranicos" que fazem a temperatura subir para quase 30 graus por alguns dias em pleno inverno. Também no inverno registram-se temperaturas negativas e geadas. O município faz parte da "velha colônia" alemã, e surgiu a partir da "interiorização" do processo de colonização alemã, iniciada na Feitoria do Linho Cânhamo, em São Leopoldo, em 25 de julho de 1824. Em 1826, com a vinda das primeiras levas de imigrantes alemães, foi formado o primeiro núcleo de moradores.

Esses imigrantes se estabeleceram e começaram a trabalhar a terra, cultivando-a e extraindo dela sua subsistência, o local é conhecido como a Terra do aipim, e, por vezes, a Capital do aipim. Isso se deve pela grande produção de aipim e por este ser o principal produto agrícola municipal.


A região tem um clima apropriado, fato que contribuio com nossa orquidófila para praticar o seu amor por orquídeas. Desde pequena aprendeu com a mãe a amar, a transmitir carinho, conversar e cuidar das plantas. Esses são os seus segredos para o cultivo das orquídeas (O amor, o carinho e a conversa com as mesmas).


Dona Teresinha trabalhava nas horas vagas em São José do Hortêncio fazendo limpeza em algumas casas na cidade. A sua parte preferida era o pátio, onde estavam as plantas e também as orquídeas.  Na maioria das vezes presenciava as patroas com orquídeas e após a floração estas morriam por falta de experiência e cuidado. Nossas "meninas" (como Teresinha costuma chamar) precisam de dedicação e carinho especial. Foi então num dia qualquer que se encheu de coragem e pediu as donas das plantas para cuidar delas. Muito feliz ela teve a autorização. Aí tudo começou.

Conforme os resultados iam surgido, amigos e amigas traziam suas orquídeas para ela cuidar, ou seja, Dona Teresinha replantava, eliminava os pulgões, fazia UTI com as plantas, multiplicava as orquídeas com mudas, entre outros cuidados.  Os donos das orquídeas readquiriam com um determinado tempo estipulado pela orquidófila já florida e linda, como forma de agradecimento eles, os donos das orquídeas, presenteavam Dona Teresinha determinando que ela fizesse mudas das mesmas e ficasse para si.


No início de 2015, Teresinha Kunz foi diagnosticada com tireoide entre outros problemas de saúde que a deixou muito debilitada e entrou em depressão. Familiares acabaram percebendo o quão grande era a paixão de Dona Teresinha pelas as orquídeas, os parentes presenciavam a mesma conversando, muitas vezes chorando e ela falava que somente as orquídeas a entendiam, porém parece que foram estas meninas (orquídeas) que a curou. Com a floração das Cymbidiuns em julho de 2015 Dona Teresinha se reanimou. O mais gratificante é que mesmo na temporada que esteve doente nunca deixou de praticar seu hobby favorito – O cuidado especial com as orquídeas.  


Em agosto deste ano, seus familiares mais próximos convenceram Dona Teresinha a criar um grupo no Facebook sobre orquídeas. Foi então que surgiu o Grupo Orquideoterapia, pois para ela o cultivo das orquídeas foi durante toda a vida uma verdadeira terapia. Na primeira semana os posts eram somente com fotos, onde não repercutiu muito, porém no dia dos pais de 2015, Dona Teresinha gravou seu primeiro vídeo. Na verdade foram dois para verificar qual seria melhor. Ela optou por publicar no Grupo Orquideoterapia as duas produções. Logo o sucesso estourou com o carisma, simplicidade e os ensinamentos especiais de Dona Teresinha.


O Grupo Orquideoterapia, com apenas cinco meses de existência obteve aproximadamente 79 mil membros. No Youtube até o presente momento,  há mais de 70 vídeos com dicas e cultivos sobre orquídeas. Sendo que somente nos dois primeiros vídeos, (aqueles dos dias dos pais), já ultrapassam 2 milhões de visualizações.


Atualmente Teresinha Kunz, foi convidada para palestrar e ministrar cursos sobre o cultivo de orquídeas para iniciantes. também já concedeu diversaS entrevistas sobre o assunto em rádios e jornais. Hoje ela vem recebendo visitantes em seu orquidário, para ver seu trabalho na prática. Segundo ela, criatividade, carinho, estudo, perseverança e dedicação são os fundamentos básicos para bons resultados.


Muitas pessoas de vários estados do Brasil e também de fora do país agradecem pelo trabalho e dedicação que a Teresinha Kunz vem proporcionando para todos.